A Gato come

Almeja – Baixa (Porto)

Por duas vezes fui ao Almeja e por duas vezes me apaixonei… à hora de almoço. A primeira visita foi feita na minha própria companhia e já perto do fim do horário de almoço. Um sorriso aberto à entrada e a promessa de que tinham o que me servir deixou-me logo encantada. Encantamento esse que …

Continue Reading
A Gato come

Arkhe

​Para a Gato, um bom restaurante vegetariano é aquele que consegue tocar no coração de pessoas não vegetarianas (como é o meu caso). Não vejo o vegetarianismo como uma dieta ou forma de vida, mas antes como uma opção que pode ser combinada com outras tantas que incluam proteína animal e que façam da sua …

Continue Reading
A Gato come

Cervejaria Gazela

À pinha! Pessoas sentadas ao balcão, pessoas em pé atrás das pessoas sentadas ao balcão, pessoas ao balcão ao fundo do espaço e pessoas à janela e que usam o seu parapeito para ir amontoando os finos e os pratos de cachorrinhos da Gazela já a iniciar o seu percurso no seu sistema digestivo. Depois …

Continue Reading
Em movimento

Correr por panquecas

Podia ser o nome do mais recente espaço aberto na capital dedicado às Panquecas, um dos meus ódios de estimação. Não percebo o fascínio que estes discos (às vezes fofos, outras vezes secos) exercem sobre a esmagadora maioria da população que se recusa a comer pão “porque engorda” ou “porque tem glúten” e depois come …

Continue Reading