A Gato come

Setenta & Quatro – Queluz

Não se enganem, este Setenta & Quatro fica no 99 de uma rua de Queluz e é um novíssimo espaço que promete bons petiscos e bebidas (vá vinho e tapas) para acompanhar um serão musical, uma exposição temporária ou uma tertúlia literária. Tendo aberto as portas apenas em maio, haverão certamente arestas a limpar, ajustes …

Continue Reading
A Gato come

Izakaya Tokkuri – Pop up – Bairro Alto

O que fazem dois chefes de origens tão diferentes numa tasca japonesa, encurralados em pleno Bairro Alto entre turistas perdidos à procura de casas de fado e restaurantes sem história? Fazem magia, diz a Gato, e já vos vou explicar porquê. Aquilo que começou como “uma brincadeira entre mim e o Chef Adão” nas palavras …

Continue Reading
A Gato come

TodoMundo – Marquês Pombal

Sabem que mais? Quando leio ou digo “TodoMundo” a primeira coisa que me vêm à cabeça é esta música! Quando aceitei o convite para ir conhecer o espaço não fazia ideia do quão maturada estava a ideia-base da filosofia deste lugar que tem tanto de inovador como de ambicioso. E porque é isto liga com …

Continue Reading
A Gato come

Água pela Barba – Bica

Dar água pela barba é sinónimo de coisa trabalhosa mas curiosamente aqui é sinónimo de descomplicação ao mais alto nível. E isso começa logo pela carta, não muito extensa e feita de pratos “grandes e pequenos” com a indicação de que aqui é tudo para partilhar. Só temos de escolher entre grandezas, miudezas e vegetarianos. …

Continue Reading