A Gato come

Restaurante 100 Maneiras

Se o caminho é tortuoso, o prazer que vamos sentir ainda vai ser maior quando lá chegarmos. O Restaurante 100 Maneiras levou cerca de quatro anos a abrir portas. Ljubomir Stanisic faz das dificuldades e entraves uma força motriz. Foram quatro anos de preparação que lhe permitiram ir ao detalhe de um lugar onde nada é ao acaso, da copa à casa de banho passando pela raiz de árvore no teto de uma das suas salas.

O que vos relato de seguida é uma “história” bem contada através de um menu de degustação feito das vivências e lugares que marcaram Ljubomir ao longo da sua vida até hoje. Optei por descrever pouco e mostrar mais para que tirem as vossas próprias conclusões quando aqui vierem. Mas posso dizer-vos que foi um dos jantares de que mais gostei em 2019.

O que comeu a Gato?

Aviso à navegação: quando aqui vierem preparem as manápulas que vão usá-las e sujá-las bem ao longo desta longa História à mesa (que no meu caso durou quase 4 horas).

A CAPA

Bem-vindos à Bósnia //
Pão Rosa, ajvar, kajmak, pasteta, stlja e “manteiga” do mar

O pão Rosa, broa de milho, feito por Rosa Stanisic, a mãe de Ljubomir. Com o pão vêm kajmak (um queijo de Sarajevo), ajvar (pasta de pimento e beringela, também receita de Rosa), pasteta (paté de fígado com vinho do Porto), stelja (carne de borrego fumada) e uma “manteiga” do mar, com bivalves.

PREFÁCIOS

Campos Elísios //
Rabanete, manteiga de ovelha, compota de limão, jus de borrego, flores de rabanete e trevo

Riviera Maya //
Tostada de milho frita, abacate, aguachile e terrina de camarão marreco

Orient Express //
pickle de chalota, baba ganoush e papadum

La Bohème //
Tártaro de carabinero, folha de shiso, queijo de ovelha e açafrão

Charuto de Sarajevo //
Espuma de batata, pão de chá fumado e “tabaco” duvan cvarci

INTRODUÇÃO

Salada mista: anchovas, trufa preta e parmesão

1º CAPÍTULO

Flower Power //
Courgette, samos de bacalhau e habanero

Roda da Sorte //
Encharéu, lírio ou charuteiro com algas, pêssego e ameixa

Magia Negra//
Kohlrabi, chimichurri de beldroegas com puré de recado negro e abacate

2º CAPÍTULO

White Flag //
Choco, couve-flor e kimchi

À procura de Dory //
Peixe-galo e açorda de amêijoas

A Última Ceia //
Cabeça de vaca, rábano, tutano e pão somun

POSFÁCIO

Foie pa’ Tosse //
Foie gras, rebuçado Dr. Bayard, gelatina de vinho colheita tardia
“Mais vale tarde que nunca”, iogurte e ras el hanout

CONCLUSÃO

Red Carpet //
Sorbet de frutos vermelhos, ervas e flores

A Fumo e Fogo//
Linhaça, feno queimado e leite de amêndoa

Um dos meus favoritos da noite. Uma sobremesa em homenagem aos incêndios que devastaram Portugal e que o Ljubomir criou para o six senses douro valley. Combina linhaça com feno queimado e leite de amêndoa e é uma experiência sensorial em que sentimos as notas de fogo a cada aproximação do nossos rosto e da nossa boca.

Pedra, Papel ou Tesoura //
Alho fermentado, chocolate branco e maracujá

Caríssimos, se nunca foram ao 100 Maneiras recomendo vivamente. Pelo que se come, pelas histórias que ficamos a conhecer, principalmente pela forma como são contadas ao ponto de cristalizar memórias na cabeça da Gato.

Leila Gato

Restaurante 100 Maneiras Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *