A Gato come

Ofício – Chiado

Quando entramos no Ofício sentimos desde o momento zero que vamos para algo que vai valer pena. Em termos de premissas, não podíamos pedir melhor: os produtos são nacionais e o enfoque está nas carnes de qualidade (todas com osso) – que os distingue dos demais.

O espaço está muito bem decorado, tornando-se bastante acolhedor e o atendimento é muito simpático, bem humorado e sempre disponível para nos fazer algumas recomendações.

Começamos bem com o couvert: um pão bem fatiado e um duo de manteigas, a normal (a artesanal Rainha do Pico) e a achouriçada que foram o entretém perfeito para o que estava para vir.

Para beber, uma cerveja preta e uma limonada que sabia muito a hortelã e que foi a dose de frescura perfeita para uma noite tão quente.

Logo de seguida, atirámo-nos para o torricado de barriga de porco (5 euros), vem numa grelha para a mesma – old school como eu gosto – e ainda a “queimar” e a fumegar. O torricado é algo que por ser tão simples em termos de combinação, se torna tão delicioso pela qualidade dos produtos.

O pão estava irrepreensível, uma fatia grossa e generosa que servia de cama para umas fatias também generosas de barriga de porco que se derretiam na boca deixando rasto de gordura na grelha e nos nossos lábios se não fôssemos rápidos o suficiente para passar com a língua primeiro.

Como “ofício” principal a aposta recaiu sobre o trabalho de equipa dos dois comensais que atacaram o costelão do acém redondo (50€ para duas pessoas) – recomendação da pessa que nos atendeu. Vem-nos para a mesa uma carne maturada grelhada com alho e alecrim, suculenta, alta e mal passada, com sal grosso para temperarmos a gosto.

Não sendo ainda uma grande entendida, além do corte é claro, acho que a magia aqui é conseguida através da qualidade da matéria prima que depois nada mais exige que um estômago cheio de apetite para a receber.

Pedimos ainda picante, veio o “picante do chefe”, ao nível de intensidade exigível pela Gato, que quem já me vai lendo, sabe que é um nível bastante alto.

Como acompanhamentos, optámos pelas batatas fritas com alecrim e alho e os legumes do hortelão assados (4 euros cada), dois acompanhamentos que desempenharam bem o seu papel aquando de tão ilustre convidada principal.

No final, já não houve barriga para sobremesa, mas fiquei com muita vontade de provar o bolo de bolacha, sobre o qual já ouvi maravilhas. Talvez numa segunda visita, quando tentar e ter sucesso em comer uma dose de carne um pouco menor da que provei desta vez.

Não sendo um restaurante propriamente acessível (acabámos por aproveitar um vale Time Out 2 Por 1), é daqueles que vale mesmo a pena experimentar para ter o prazer de provar carne de qualidade muito acima da média na cidade de Lisboa. Se lá forem com essa intenção, então fiquem com a certeza de que não se vão arrepender!

Vou dar uma nota 4 na escala da Zomato porque não me é permitido dar um 4.5. 🙂

Morada: R. Nova da Trindade, 10, Lisboa

Ofício Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Leila Gato 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *