3 coisas da Gato

de 23 a 29 de julho

Aproximamo-nos vertiginosamente de agosto, o mês dos fins de semana a regressar a casa a saber a mar e areia, o mês dos lençóis finos, o mês da calma nos transportes públicos, o mês dos gelados derretidos e o mês de fim de ciclo que nos prepara para o mês de todos os recomeços.

Nesta última semana de julho, deixo-vos com 3 coisas que a tornaram mais feliz.

Os blocos de notas da Alexa Jesus

A Alexandra é uma pessoa incrivelmente bem humorada e de bem com a vida! Conheci-a o Networking Breakfast Girls Just Wanna Have Fun do qual vous falei aqui. Ironia do destino ela é muito amiga de uma grande amiga minha e foi preciso tomarmos um pequeno-almoço de networking para nos conhecermos! 🙂

A Alexa é também uma pessoa com uma veia artística muito aventuada e faz peças espectaculares em torno do símbolo que mais usa e que traduz o seu sentimento pela alegria de viver: Corações!

No seu blog alexajesuslove podem encontrar muitas das suas peças para venda. Eu já me agarrei a escrever as minhas notas soltas num dos seus blocos, mas há tote bags, clutches, t-shirts, marcadores de livros, entre muitas outras peças. Aliás tenho cá para mim que se tiverem algo que gostassem de personalizar, a Alexa é mulher para vos ajudar!!

Claro que são peças únicas porque são feitas à mão, pelo que até podemos ter peças iguais, mas os corações pintados e/ou as frases que encontram serão sempre one of a kind.

Espreitem mais sobre a Alexa aqui e aqui.

A Lua Vermelha que eu vi da nossa janela

Da nossa janela , porque nesta noite tu não estavas em casa e eu quis “aprisionar a lua” com a nossa máquina fotográfica para que a pudesses ver depois (como se aqui estivesses estado).

Foi o maior eclipse lunar do século XXI e parece que o próximo é só em 2123. Os eclipses são tidos para muitos, como uma noite de mudança em que devemos refletir sobre tudo aquilo que desejamos e aquilo que queremos mudar. Eu sei o que quero e tenho planos, mas também acredito que a vida faz-se de desígnios obscuros e tudo o que por vezes acontece por acaso, são muitas vezes situações encenadas para nos ajudar a descobrir quem verdadeiramente somos.

Mas antes de continuar a enveredar por uma vertente muito filosófica, vou focar-me só naquilo que ainda quero e tenho por fazer em 2018.

O pequeno almoço das manas Gato

Encontrámo-nos em Lisboa, depois em Madrid, mas ontem foi a vez de Lisboa ser palco do encontro das manas. Pequeno-almoço reforçado com uma torrada gigante e cheia de manteiga n’A Padaria Portuguesa, nesta que foi uma manhã de sol muito brilhante (pós maior eclipe lunar do século) e com muita conversa (na realidade já não nos víamos há uma semama, e uma semana é muito tempo no calendários das manas Gato).

Tenham uma ótima semana, pessoas felizes e simpáticas que me seguem por aqui no caleidoscópio, por aqui e por aqui.

Leila Gato 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *